Escute a Rádio Consolação


Ouça a Rádio Consolação Online
Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

terça-feira, 7 de julho de 2015

LITURGIA DIÁRIA - Terca-feira, 7 de Julho de 2015.


Primeira leitura: Gênesis 32, 23-33
Leitura do livro dos Gênesis:
Naqueles dias: 23Jacó levantou-se ainda de noite, tomou suas duas mulheres, as duas escravas e os onze filhos, e passou o vau do Jaboc. 24Depois de tê-los ajudado a passar a torrente, e atravessar tudo o que lhe pertencia, 25Jacó ficou só. E eis que um homem se pôs a lutar com ele até o raiar da aurora. 26Vendo que não podia vencê-lo, este tocou-lhe o nervo da coxa e logo o tendão da coxa de Jacó se deslocou, enquanto lutava com ele. 27O homem disse a Jacó: 'Larga-me, pois já surge a aurora'. Mas Jacó respondeu: 'Não te largarei, se não me abençoares'. 28O homem perguntou-lhe: 'Qual é o teu nome?' Respondeu: 'Jacó'. 29Ele lhe disse: 'De modo algum te chamarás Jacó, mas Israel; porque lutaste com Deus e com os homens e venceste'. 30Perguntou-lhe Jacó: 'Dize-me, por favor, o teu nome'. Ele respondeu: 'Por que perguntas o meu nome?' E ali mesmo o abençoou. 31Jacó deu a esse lugar o nome de Fanuel, dizendo: 'Vi Deus face a face e foi poupada a minha vida'. 32Surgiu o sol quando ele atravessava Fanuel; e ia mancando por causa da coxa. 33Por isso os filhos de Israel não comem até hoje o nervo da articulação da coxa, pois Jacó foi ferido nesse nervo.
- Palavra do Senho
- Graças a Deus
Salmo 16 (17)
- Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, escutai-me e atendei o meu clamor! Inclinai o vosso ouvido à minha prece, pois não existe falsidade nos meus lábios!
R: Verei, justificado, vossa face, ó Senhor!
- De vossa face é que me venha o julgamento, pois vossos olhos sabem ver o que é justo. Provai meu coração durante a noite, visitai-o, examinai-o pelo fogo, mas em mim não achareis iniqüidade.
R: Verei, justificado, vossa face, ó Senhor!
- Eu vos chamo, ó meu Deus, porque me ouvis, inclinai o vosso ouvido e escutai-me! Mostrai-me vosso amor maravilhoso, vós que salvais e libertais do inimigo quem procura a proteção junto de vós.
R: Verei, justificado, vossa face, ó Senhor!
- Protegei-me qual dos olhos a pupila e guardai-me, à proteção de vossas asas, Mas eu verei, justificado, a vossa face e ao despertar me saciará vossa presença.
R: Verei, justificado, vossa face, ó Senhor!
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 9, 32-38
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Eu sou o bom pastor, conheço minhas ovelhas e elas me conhecem, assim fala o Senhor (Jo 10, 14)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
Naquele tempo: 32Apresentaram a Jesus um homem mudo, que estava possuído pelo demônio. 33Quando o demônio foi expulso, o mudo começou a falar. As multidões ficaram admiradas e diziam: 'Nunca se viu coisa igual em Israel.' 34Os fariseus, porém, diziam: 'É pelo chefe dos demônios que ele expulsa os demônios.' 35Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade. 36Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: 37'A Messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. 38Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!'
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor

segunda-feira, 6 de julho de 2015

LITURGIA DIÁRIA - Segunda-feira, 6 de Julho de 2015.


Primeira leitura: Gênesis 28, 10-22
Leitura do livro do Gênesis:
Naqueles dias: 10Jacó saiu de Bersabéia e dirigiu-se a Harã. 11Chegando a certo lugar, quis passar ali a noite, pois o sol já se havia posto. Tomou uma das pedras do lugar, fez dela travesseiro e ali mesmo adormeceu. 12E viu em sonho uma escada apoiada no chão, com a outra ponta tocando o céu e os anjos de Deus subindo e descendo por ela. 13No alto da escada estava o Senhor que lhe dizia: 'Eu sou o Senhor, Deus de Abraão, teu pai, e Deus de Isaac; darei a ti e à tua descendência a terra em que dormes. 14A tua descendência será como o pó da terra, e te expandirás para o ocidente e o oriente, para o norte e para o sul. Em ti e em tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra. 15Estou contigo e te guardarei onde quer que vás, e te reconduzirei a esta terra. Nunca te abandonarei até cumprir o que te prometi'. 16Ao despertar, Jacó disse: 'Sem dúvida, o Senhor está neste lugar e eu não sabia'. 17Cheio de pavor, disse: 'Como é terrível este lugar! Isto aqui só pode ser a casa de Deus e a porta do céu'. 18Jacó levantou-se bem cedo, tomou a pedra de que tinha feito travesseiro e colocou-a de pé para servir de coluna sagrada, derramando óleo sobre ela. 19E deu ao lugar o nome de 'Betel'. Antes, porém, a cidade chamava-se Luza. 20Jacó fez um voto, dizendo: 'Se Deus estiver comigo e me proteger nesta viagem, dando-me pão para comer e roupa para vestir, 21e se eu voltar são e salvo para a casa de meu pai, então o Senhor será o meu Deus. 22aE esta pedra que ergui como coluna sagrada, será uma 'morada de Deus'.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 90 (91)
- Quem habita ao abrigo do Altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, diz ao Senhor: 'Sois meu refúgio e proteção, sois o meu Deus, no qual confio inteiramente'.
R: Vós sois meu Deus, no qual confio inteiramente.
- Do caçador e do seu laço ele te livra. Ele te salva da palavra que destrói. Com suas asas haverá de proteger-te, com seu escudo e suas armas, defender-te.
R: Vós sois meu Deus, no qual confio inteiramente.
- 'Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo e protegê-lo, pois meu nome ele conhece. Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, e a seu lado eu estarei em suas dores.
R: Vós sois meu Deus, no qual confio inteiramente.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 9, 18-26
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Jesus Cristo salvador destruiu o mal e a morte; fez brilhar, pelo evangelho, a luz e a vida imperecíveis (2Tm 1, 10)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
18Enquanto Jesus estava falando, um chefe aproximou-se, inclinou-se profundamente diante dele, e disse: 'Minha filha acaba de morrer. Mas vem, impõe tua mão sobre ela e ela viverá.' 19Jesus levantou-se e o seguiu, junto com os seus discípulos. 20Nisto, uma mulher que sofria de hemorragia, há doze anos, veio por trás dele e tocou a barra do seu manto. 21Ela pensava consigo: 'Se eu conseguir ao menos tocar no manto dele, ficarei curada.' 22Jesus voltou-se e, ao vê-la, disse: 'Coragem, filha! A tua fé te salvou.' E a mulher ficou curada a partir daquele instante. 23Chegando à casa do chefe, Jesus viu os tocadores de flauta e a multidão alvoroçada, 24e disse: 'Retirai-vos, porque a menina não morreu, mas está dormindo.' E começaram a caçoar dele. 25Quando a multidão foi afastada, Jesus entrou, tomou a menina pela mão, e ela se levantou. 26Essa notícia espalhou-se por toda aquela região.
- Palavra da Salvação.
- Glória a Vós, Senhor

domingo, 5 de julho de 2015

LITURGIA DIÁRIA - Domingo, 5 de Julho de 2015.


Primeira leitura: Ezequiel 2, 2-5
Leitura da profecia de Ezequiel:
2Naqueles dias, depois de me ter falado, entrou em mim um espírito que me pôs de pé. Então, eu ouvi aquele que me falava, 3o qual me disse: 'Filho do homem, eu te envio aos israelitas, nação de rebeldes, que se afastaram de mim. Eles e seus pais se revoltaram contra mim até ao dia de hoje. 4A estes filhos de cabeça dura e coração de pedra, vou-te enviar, e tu lhes dirás: 'Assim diz o Senhor Deus.' 5Quer te escutem, quer não - pois são um bando de rebeldes - ficarão sabendo que houve entre eles um profeta'.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 122 (123)
- Eu levanto os meus olhos para vós, que habitais nos altos céus. Como os olhos dos escravos estão fitos nas mãos do seu senhor.
R: Os nossos olhos, estão fitos no Senhor: tende piedade, ó Senhor tende piedade!
- Como os olhos das escravas estão fitos nas mãos de sua senhora, assim os nossos olhos, no Senhor, até de nós ter piedade.
R: Os nossos olhos, estão fitos no Senhor: tende piedade, ó Senhor tende piedade!
- Tende piedade, ó Senhor, tende piedade; já é demais esse desprezo! Estamos fartos do escárnio dos ricaços e do desprezo dos soberbos!
R: Os nossos olhos, estão fitos no Senhor: tende piedade, ó Senhor tende piedade!
Segunda leitura: Coríntios 12, 7-10
Leitura da segunda carta de São Paulo aos Coríntios:
Irmãos: 7Para que a extraordinária grandeza das revelações não me ensoberbecesse, foi espetado na minha carne um espinho, que é como um anjo de Satanás a esbofetear-me, a fim de que eu não me exalte demais. 8A esse propósito, roguei três vezes ao Senhor que o afastasse de mim. 9Mas ele disse-me: 'Basta-te a minha graça. Pois é na fraqueza que a força se manifesta'. Por isso, de bom grado, eu me gloriarei das minhas fraquezas, para que a força de Cristo habite em mim. 10Eis porque eu me comprazo nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições e nas angústias sofridas por amor a Cristo. Pois, quando eu me sinto fraco, é então que sou forte.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 6, 1-6
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- O Espírito do Senhor sobre mim fez a sua unção; enviou-me aos empobrecidos a fazer feliz proclamação (Lc 4, 18)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos:
Naquele tempo: 1Jesus foi a Nazaré, sua terra, e seus discípulos o acompanharam. 2Quando chegou o sábado, começou a ensinar na sinagoga. Muitos que o escutavam ficavam admirados e diziam: 'De onde recebeu ele tudo isto? Como conseguiu tanta sabedoria? E esses grandes milagres que são realizados por suas mãos? 3Este homem não é o carpinteiro, filho de Maria e irmão de Tiago, de Joset, de Judas e de Simão? Suas irmãs não moram aqui conosco?' E ficaram escandalizados por causa dele. 4Jesus lhes dizia: 'Um profeta só não é estimado em sua pátria, entre seus parentes e familiares'. 5E ali não pôde fazer milagre algum. Apenas curou alguns doentes, impondo-lhes as mãos. 6E admirou-se com a falta de fé deles. Jesus percorria os povoados das redondezas, ensinando.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor

sábado, 4 de julho de 2015

LITURGIA DIÁRIA - Sábado, 4 de Julho de 2015.


Primeira leitura: Gênesis 27, 1-5.15-29
Leitura do livro do Gênesis:
1Quando Isaac ficou velho, seu olhos enfraqueceram e já não podia ver. Chamou, então, o filho mais velho Esaú, e lhe disse: 'Meu filho!' Este respondeu: 'Aqui estou!' 2Disse-lhe o pai: 'Como vês, já estou velho e não sei qual será o dia da minha morte. 3Toma as tuas armas, as flechas e o arco, e sai para o campo. Se apanhares alguma caça, prepara-me um assado saboroso, 4como sabes que eu gosto, e traze-o para que o coma, e assim te dar a bênção antes de morrer'. 5Rebeca escutava o que Isaac dizia a seu filho Esaú. Esaú saiu para o campo à procura de caça para o pai. 15Rebeca tomou, então, as melhores roupas que o filho mais velho tinha em casa, e vestiu com elas o filho mais novo, Jacó. 16Cobriu-lhe as mãos e a parte lisa do pescoço com peles de cabrito. 17Pôs nas mãos do filho Jacó o assado e o pão que havia preparado. 18Este levou-os ao pai, dizendo: 'Meu pai!' 'Estou ouvindo', respondeu Isaac. 'Quem és tu, meu filho?' 19E disse Jacó a seu pai: 'Eu sou Esaú, teu filho primogênito; fiz como me ordenaste. Levanta-te, senta-te e come da minha caça, para me abençoares'. 20Isaac replicou-lhe: 'Como conseguiste achar assim depressa, meu filho?' Ele respondeu: 'É o Senhor teu Deus que fez que isso acontecesse'. 21Isaac disse a Jacó: 'Vem cá, meu filho, para que eu te apalpe e veja se és ou não meu filho Esaú'. 22Jacó achegou-se a seu pai Isaac, que o apalpou e disse: 'A voz, é a voz de Jacó, mas as mãos são as mãos de Esaú'. 23E não o reconheceu, pois suas mãos estavam peludas como as do seu filho Esaú. Então, decidiu abençoá-lo. 24Perguntou-lhe ainda: 'Tu és, de fato, meu filho Esaú?' Ele respondeu: 'Sou'. 25Isaac continuou: 'Meu filho, serve-me da tua caça para eu comer e te abençoar'. Jacó serviu-o e ele comeu; trouxe-lhe depois vinho e ele bebeu. 26Disse-lhe então seu pai Isaac: 'Aproxima-te, meu filho, e beija-me'. 27Jacó aproximou-se e o beijou. Quando Isaac sentiu o cheiro das suas roupas, abençoou-o, dizendo: 'Este é o cheiro do meu filho: é como o aroma de um campo fértil que o Senhor abençoou! 28Que Deus te conceda o orvalho do céu, e a fertilidade da terra, a abundância de trigo e de vinho. 29Que os povos te sirvam e se prostrem as nações em tua presença. Sê o senhor de teus irmãos, e diante de ti se inclinem os filhos de tua mãe. Maldito seja quem te amaldiçoar, e quem te abençoar, seja bendito!'.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 134 (135)
- Louvai o Senhor, bendizei-o; louvai o Senhor, servos seus, que celebrais o louvor em seu templo e habitais junto aos átrios de Deus!
R: Louvai o Senhor, porque é bom!

- Louvai o Senhor, porque é bom; cantai ao seu nome suave! Escolheu para si a Jacó, preferiu Israel por herança.
R: Louvai o Senhor, porque é bom!
- Eu bem sei que o Senhor é tão grande, que é maior do que todos os deuses. Ele faz tudo quanto lhe agrada, nas alturas dos céus e na terra, no oceano e nos fundos abismos.
R: Louvai o Senhor, porque é bom!
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 9, 14-17
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Minhas ovelhas escutam minha voz, eu as conheço e elas me seguem (Jo 10, 27)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
Naquele tempo: 14Os discípulos de João aproximaram-se de Jesus e perguntaram: 'Por que razão nós e os fariseus praticamos jejuns, mas os teus discípulos não?' 15Disse-lhes Jesus: 'Por acaso, os amigos do noivo podem estar de luto enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão. 16Ninguém coloca remendo de pano novo em roupa velha, porque o remendo repuxa a roupa e o rasgão fica maior ainda.
17Também não se coloca vinho novo em odres velhos, senão os odres se arrebentam, o vinho se derrama e os odres se perdem. Mas vinho novo se coloca em odres novos, e assim os dois se conservam.'
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor

sexta-feira, 3 de julho de 2015

FESTA DE SÃO BENTO - CONSOLAÇÃO DO CASTELO BRANCO - DIA 12/07/2015 - HORARIO DE 08:00 AS 18:00HRS


LITURGIA DIÁRIA - Sexta-feira, 3 de Julho de 2015.


Primeira leitura: Efésios 2, 19-22
Leitura da carta de São Paulo aos Efésios:
Irmãos: 19Já não sois mais estrangeiros nem migrantes, mas concidadãos dos santos. Sois da família de Deus. 20Vós fostes integrados no edifício que tem como fundamento os apóstolos e os profetas, e o próprio Jesus Cristo como pedra principal. 21É nele que toda a construção se ajusta e se eleva para formar um templo santo no Senhor. 22E vós também sois integrados nesta construção, para vos tornardes morada de Deus pelo Espírito.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 116 (117)
- Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes, povos todos, festejai-o!
R: Ide, por todo o mundo, a todos pregai o Evangelho.
- Pois comprovado é seu amor para conosco, para sempre ele é fiel!
R: Ide, por todo o mundo, a todos pregai o Evangelho.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 20, 24-29
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Acreditaste, Tomé, porque me viste. Felizes os que creem sem ter visto (Jo 20, 29)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:
24Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, não estava com eles quando Jesus veio. 25Os outros discípulos contaram-lhe depois: "Vimos o Senhor!". Mas Tomé disse-lhes: "Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não creditarei" 26Oito dias depois, encontravam-se os discípulos novamente reunidos em casa, e Tomé estava com eles. Estando fechadas as portas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: "A paz esteja convosco". 27Depois disse a Tomé: "Põe o teu dedo aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu lado. E não sejas incrédulo, mas fiel". 28Tomé respondeu: "Meu Senhor e meu Deus!" 29Jesus lhe disse: "Acreditaste, porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!"
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor

quinta-feira, 2 de julho de 2015

LITURGIA DIÁRIA - Quinta-feira, 2 de Julho de 2015.


Primeira leitura: Gênesis 22, 1-19
Leitura do livro do Gênesis:
Naqueles dias: 1Deus pôs Abraão à prova. Chamando-o, disse: 'Abraão!' E ele respondeu: 'Aqui estou'. 2E Deus disse: 'Toma teu filho único, Isaac, a quem tanto amas, dirije-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre um monte que eu te indicar'. 3Abraão levantou-se bem cedo, selou o jumento, tomou consigo dois dos seus servos e seu filho Isaac. Depois de ter rachado lenha para o holocausto, pôs-se a caminho, para o lugar que Deus lhe havia ordenado. 4No terceiro dia, Abraão, levantando os olhos, viu de longe o lugar. 5Disse, então, aos seus servos: 'Esperai aqui com o jumento, enquanto eu e o menino vamos até lá. Depois de adorarmos a Deus, voltaremos a vós'. 6Abraão tomou a lenha para o holocausto e a pôs às costas do seu filho Isaac, enquanto ele levava o fogo e a faca. E os dois continuaram caminhando juntos. 7Isaac disse a Abraão: 'Meu pai'. - 'Que queres, meu filho?', respondeu ele. E o menino disse: 'Temos o fogo e a lenha, mas onde está a vítima para o holocausto?' 8Abraão respondeu: 'Deus providenciará a vítima para o holocausto, meu filho'. E os dois continuaram caminhando juntos. 9Chegados ao lugar indicado por Deus, Abraão ergueu um altar, colocou a lenha em cima, amarrou o filho e o pôs sobre a lenha em cima do altar. 10Depois, estendeu a mão, empunhando a faca para sacrificar o filho. 11E eis que o anjo do Senhor gritou do céu, dizendo: 'Abraão! Abraão!' Ele respondeu: 'Aqui estou!'. 12E o anjo lhe disse: 'Não estendas a mão contra teu filho e não lhe faças nenhum mal! Agora sei que temes a Deus, pois não me recusaste teu filho único'. Abraão, erguendo os olhos, viu um carneiro preso num espinheiro pelos chifres; foi buscá-lo e ofereceu-o em holocausto no lugar do seu filho. 14Abraão passou a chamar aquele lugar: 'O Senhor providenciará'. Donde até hoje se diz: 'O monte onde o Senhor providenciará'. 15O anjo do Senhor chamou Abraão, pela segunda vez, do céu, 16e lhe disse: 'Juro por mim mesmo - oráculo do Senhor -, uma vez que agiste deste modo e não me recusaste teu filho único, 17eu te abençoarei e tornarei tão numerosa tua descendência como as estrelas do céu e como as areias da praia do mar. Teus descendentes conquistarão as cidades dos inimigos. 18Por tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra, porque me obedeceste'. 19Abraão tornou para junto dos seus servos, e, juntos, puseram-se a caminho de Bersabéia, onde Abraão passou a morar.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 114 (115)
- Eu amo o Senhor, porque ouve o grito da minha oração. Inclinou para mim seu ouvido, no dia em que eu o invoquei.
R: Andarei na presença de Deus, junto a ele, na terra dos vivos.
- Prendiam-me as cordas da morte, apertavam-me os laços do abismo; invadiam-me angústia e tristeza: eu então invoquei o Senhor 'Salvai, ó Senhor, minha vida!'
R: Andarei na presença de Deus, junto a ele, na terra dos vivos.
- O Senhor é justiça e bondade, nosso Deus é amor-compaixão. É o Senhor quem defende os humildes: eu estava oprimido, e salvou-me.
R: Andarei na presença de Deus, junto a ele, na terra dos vivos.
- Libertou minha vida da morte, enxugou de meus olhos o pranto e livrou os meus pés do tropeço. Andarei na presença de Deus, junto a ele na terra dos vivos.
R: Andarei na presença de Deus, junto a ele, na terra dos vivos.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 9, 1-8
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Em Cristo, Deus reconciliou consigo mesmo a humanidade; e a nós ele entregou essa reconciliação (2Cor 5, 19)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
Naquele tempo: 1Entrando em um barco, Jesus atravessou para a outra margem do lago e foi para a sua cidade. 2Apresentaram-lhe, então, um paralítico deitado numa cama. Vendo a fé que eles tinham, Jesus disse ao paralítico: 'Coragem, filho, os teus pecados estão perdoados!' 3Então alguns mestres da Lei pensaram: 'Esse homem está blasfemando!' 4Mas Jesus, conhecendo os pensamentos deles, disse: 'Por que tendes esses maus pensamentos em vossos corações? 5O que é mais fácil, dizer: 'Os teus pecados estão perdoados', ou dizer: 'Levanta-te e anda'? 6Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem
tem na terra poder para perdoar pecados, - disse, então, ao paralítico - 'Levanta-te, pega a tua cama e vai para a tua casa.' 7O paralítico então se levantou, e foi para a sua casa. 8Vendo isso, a multidão ficou com medo e glorificou a Deus, por ter dado tal poder aos homens.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

LITURGIA DIÁRIA - Quarta-feira, 1 de Julho de 2015.


Primeira leitura: Gênesis 21, 5.8-20
Leitura do livro do Gênesis:
5Abraão tinha cem anos quando lhe nasceu o filho Isaac. 8Entretanto, o menino cresceu e foi desmamado; e no dia em que o menino foi desmamado, Abraão deu um grande banquete. 9Sara, porém, viu o filho que a egípcia Agar dera a Abraão brincando com Isaac. 10E disse a Abraão: 'Manda embora essa escrava e seu filho, pois o filho de uma escrava não pode ser herdeiro com o meu filho Isaac'. 11Abraão ficou muito desgostoso com isso, por se tratar de um filho seu. 12Mas Deus lhe disse: 'Não te aflijas por causa do menino e da tua escrava. Atende a tudo o que Sara te pedir, pois é por Isaac que uma descendência levará o teu nome. 13Mas do filho da escrava farei também um grande povo, por ele ser da tua raça'. 14Abraão levantou-se de manhã, tomou pão e um odre de água e os deu a Agar, colocando-os nos ombros dela: depois, entregou-lhe o menino e despediu-a. Ela foi-se embora e andou vagueando pelo deserto de Bersabéia. 15Tendo acabado a água do odre, largou o menino debaixo de um arbusto, 16e foi sentar-se em frente dele, à distância de um tiro de arco. Pois dizia consigo: 'Não quero ver o menino morrer'. Assim, ficou sentada defronte ao menino, e pôs-se a gritar e a chorar. 17Deus ouviu o grito do menino e o anjo de Deus chamou do céu a Agar, dizendo: 'Que tens Agar? Não tenhas medo, pois Deus ouviu a voz do menino do lugar em que está. 18Levanta-te, toma o menino e segura-o bem pela mão, porque farei dele um grande povo'. 19Deus abriu-lhe os olhos, e ela viu um poço de água. Foi então encher o odre e deu de beber ao menino. 20Deus estava com o menino, que cresceu e habitou no deserto. tornando-se um jovem arqueiro.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 33 (34)
- Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia. O anjo do Senhor vem acampar ao redor dos que o temem, e os salva.
R: Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido.
- Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, porque nada faltará aos que o temem. Os ricos empobrecem, passam fome, mas aos que buscam o Senhor não falta nada.
R: Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido.
- Meus filhos, vinde agora e escutai-me: vou ensinar-vos o temor do Senhor Deus. Qual o homem que não ama sua vida, procurando ser feliz todos os dias?
R: Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 8, 28-34
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Deus nos gerou pela palavra da verdade como as primícias de suas criaturas (Tg 1, 18)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
Naquele tempo: 28Quando Jesus chegou à outra margem do lago, na região dos gadarenos, vieram ao seu encontro dois homens possuídos pelo demônio, saindo dos túmulos. Eram tão violentos, que ninguém podia passar por aquele caminho. 29Eles então gritaram: 'O que tens a ver conosco, Filho de Deus? Tu vieste aqui para nos atormentar antes do tempo?' 30Ora, a certa distância deles, estava pastando uma grande manada de porcos. 31Os demônios suplicavam-lhe: 'Se nos expulsas, manda-nos para a manada de porcos.' 32Jesus disse: 'Ide.' Os demônios saíram, e foram para os porcos. E logo toda a manada atirou-se monte abaixo para dentro do mar, afogando-se nas águas. 33Os homens que guardavam os porcos fugiram e, indo até à cidade, contaram tudo, inclusive o caso dos possuídos pelo demônio. 34Então a cidade toda saiu ao encontro de Jesus. Quando o viram, pediram-lhe que se retirasse da região deles.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor